Biblioteca

Fale com a Biblioteca: Entre em contato conosco através do e-mail biblioteca@faculdadeanclivepa.edu.br ou WhatsApp (11) 91021-7046.
Há uma equipe à espera para atendê-lo prontamente.

A integração com a comunidade científica mundial é mediada pelo serviço de referência da biblioteca que utiliza os programas de intercâmbio de acesso livre a bases de dados nacionais e estrangeiras. Dentre estas se destacam:

BDTD – Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações: O Ibict desenvolveu e coordena a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), que integra os sistemas de informação de teses e dissertações existentes nas instituições de ensino e pesquisa do Brasil e também estimula o registro e a publicação de teses e dissertações em meio eletrônico.

BIBLIOTECA DIGITAL E TESES E DISSERTAÇÕES DA USP: Criada para disponibilizar na Internet o conhecimento produzido pelos trabalhos defendidos na Universidade de São Paulo, permitindo que as comunidades brasileiras e internacionais possam ter em mãos a versão digital completa das teses e dissertações

BVS: A Biblioteca Virtual de Medicina Veterinária e Zootecnia (BVS Vet) foi criada por iniciativa da biblioteca da  Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP), com o apoio do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP) e segue o modelo de gestão da informação e do conhecimento em saúde da BIREME/OPAS/OMS. O objetivo da BVS Vet é reunir, organizar e disseminar a produção técnico-científica nacional das áreas de Medicina Veterinária e Zootecnia

CCN – Catálogo Coletivo Nacional de Periódicos: O Catálogo Coletivo Nacional de Publicações Seriadas CCN facilita o acesso à publicações periódicas científicas e técnicas, reunindo informações de centenas de catálogos produzidos pelas principais bibliotecas do país em um único catálogo nacional de acesso público. É coordenado pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – IBICT.

PORTAL CAPES/MEC: O Portal de Periódicos, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), é uma biblioteca virtual que reúne e disponibiliza a instituições de ensino e pesquisa no Brasil o melhor da produção científica internacional. Ele conta com um acervo de mais de 45 mil títulos com texto completo, 130 bases referenciais, 12 bases dedicadas exclusivamente a patentes, além de livros, enciclopédias e obras de referência, normas técnicas, estatísticas e conteúdo audiovisual.

PROSSIGA – Programa de Informação para Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia: o programa Prossiga tem por objetivo promover a criação e o uso de serviços de informação na Internet voltados para as áreas prioritárias do Ministério da Ciência e Tecnologia, assim como estimular o uso de veículos eletrônicos de comunicação pelas comunidades dessas áreas.

SCIELO: SCIENTIFIC ELETRONIC LIBRARY ONLINE: SciELO é uma biblioteca eletrônica que abrange uma coleção selecionada de periódicos científicos. O Projeto tem por objetivo o desenvolvimento de uma metodologia comum para a preparação, armazenamento, disseminação e avaliação da produção científica em formato eletrônico.

A Biblioteca do Centro Educacional Anclivepa têm como objetivo dar suporte às pesquisas solicitadas pelos seus alunos e corpo docente, nos diversos cursos administrados pelo Centro, fornecendo informações precisas, atuais e com rapidez adequada às suas necessidades. Portanto, é preciso sempre detectar quais são os interesses, desejos, necessidades e demandas dos usuários para orientar e oferecer serviços que devam ser processados e disseminados.

O Centro Educacional Anclivepa sugerirá aos seus usuários materiais e serviços adequados para desenvolvimento e aperfeiçoamento. Os alunos, com orientação do corpo docente, entrarão em contato com obras representativas de cada área do conhecimento, incutindo a consciência da necessidade de permanente atualização em consequência da dinâmica e da alta competitividade do mercado de trabalho. A implantação de políticas de seleção e aquisição é elaborada como forma de planejamento e busca de manutenção da qualidade do acervo.

Política de Seleção

É essencial que se estabeleça uma política de seleção para evitar que a coleção se transforme em um agrupamento desajustado de documentos. Assim, cabe ao bibliotecário responsável definir critérios e responsabilidades para a organização destes documentos. A política de seleção tem os seguintes objetivos: permitir o crescimento racional e equilibrado do acervo nas áreas de atuação da Instituição; identificar elementos adequados à formação de coleção; determinar critérios para duplicação de títulos; estabelecer prioridades de aquisição de material.

A formação do acervo deve ser constituída por uma política de aquisição que, de acordo com seus recursos orçamentários, deva ser constituída de diferentes tipos de materiais, tais como: obras de referência, bibliografias, índices, livros, periódicos, folhetos, jornais e outros. Estes materiais devem: suprir os programas de ensino dos cursos de graduação do Centro Educacional, dar apoio aos programas de pesquisa e extensão da Instituição; fornecer obras que elevem o nível de conhecimento geral específico de seus congregado.
Critérios de Seleção:
A primeira grande subdivisão para estabelecer o critério de seleção é o assunto, ou seja, a temática do acervo. E é imprescindível que os critérios observem atentamente o assunto, os usuários, os documentos e os preços. Quanto à formação do acervo, o material bibliográfico e audiovisual deve ser rigorosamente selecionado, observando-se os seguintes critérios:

  • Adequação do material aos objetivos e níveis educacionais de Instituição;
  • Autoridade do autor e/ou editor;
  • Edição atualizada;
  • Escassez de material sobre o assunto na coleção da Biblioteca;
  • Aparecimento do título em bibliografias, catálogos de editores e índices;
  • Qualidade técnica;
  • Número de usuários potenciais que poderão utilizar o material;
  • Reputação do publicador ou produtor;
  • Preço acessível;
  • Condições físicas do material.

Fontes para Seleção:

Apesar de a seleção qualitativa ser de responsabilidade do corpo docente e coordenação, a descoberta de novos materiais constitui preocupação dos Bibliotecários.

Serão utilizadas diversas fontes de informação: bibliografias especializadas; catálogos, listas e propagandas diversas de editores e livreiros; guias de literatura geral e especializada; bem como sugestões de usuários.


Responsabilidade pela Seleção:
Estabelecida a parceria entre bibliotecário e corpo docente, cabe ao conjunto a responsabilidade pela seleção do material. Espera-se que os professores contribuam decisivamente para a formação de uma seleção de boa qualidade, visto que são conhecedores da literatura, nas suas perspectivas áreas, podendo, assim, selecionar criteriosamente o material a ser adquirido.

Seleção Quantitativa:

Literatura Básica: Material bibliográfico para o desenvolvimento da disciplina e considerado de leitura obrigatória. O acervo é adquirido a partir de indicação das bibliografias básicas indicadas pelos seus docentes, coordenadores da graduação e pós-graduação, de acordo com as necessidades de cada disciplina. A quantidade de exemplares é seguida conforme recomendações dos órgãos oficiais de Educação e demanda de uso das obras.

Literatura complementar e/ou atualização: Fazem da literatura complementar os livros necessários à atualização de bibliografia, sejam eles para pesquisa e/ou conteúdo programático das disciplinas ministradas na Instituição, bem como para o desenvolvimento de atividades administrativas. Estes títulos serão adquiridos e estarão à disposição para consulta e empréstimo. A aquisição da quantidade dos exemplares será definida de acordo com a demanda.
Coleção de referência
Será dada atenção especial à aquisição de material de referência. Serão incluídos materiais, tais como dicionários gerais e especializados, guias e catálogos de teses. Será de competência da Biblioteca a seleção destes materiais, consultando especialistas no assunto ou área.

Periódicos

A cada 12 (doze) meses, a Biblioteca realizará uma avaliação da coleção de periódicos, tanto os fisicamente disponíveis, quanto os pertencentes à base de dados eletrônicos, com o objetivo de colher subsídios para tomada de decisão em relação à compra. A listagem dos títulos recém-adquiridos será enviada para análise dos docentes, no sentido de se realizar o cancelamento de títulos que já não atendam às suas necessidades. Haverá a inclusão de novos títulos, necessários para o desenvolvimento do conteúdo programático e/ou atualização, bem como a manutenção dos títulos já adquiridos. Para esta análise deverão ser observados os seguintes critérios:

Inclusão: títulos publicados na área e sem equivalente disponível da Biblioteca; títulos necessários em decorrência de alteração de currículo; títulos para implantação de novos cursos; e títulos necessários ao desenvolvimento de pesquisa, desde que esteja vinculada ao Centro Educacional Anclivepa.

Cancelamento: quando um novo título for mais abrangente do que o já existente no acervo da Biblioteca; quando não mais existir interesse da comunidade acadêmica pelo título, por motivos devidamente justificados; e outros.
Jornais e revistas de caráter informativo
A Biblioteca irá adquirir jornais de informações gerais (locais, estaduais e nacionais) e revistas de caráter informativo de âmbito nacional.

Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC)

Os trabalhos dos alunos do Centro Educacional Anclipeva, os que obterem a nota 9 (nove) serão encaminhados para a biblioteca e serão mantidos por cinco anos e posteriormente digitalizados .

Prioridades de Aquisições

A BIBLIOTECA ESTABELECEU AS SEGUINTES PRIORIDADES PARA A AQUISIÇÃO DE MATERIAIS BIBLIOGRÁFICOS:

Periódicos de referência (base de dados, bibliografias etc.); Assinatura de periódicos, conforme a indicação dos docentes; Obras que sejam de interesse para outros cursos de graduação. Obras para cursos em fase de reconhecimento, credenciamento, recredenciamento ou implantação; Desenvolvimento de pesquisas vinculadas ao Centro Educacional Anclipeva materiais para dar suporte técnico a outros setores da Instituição.

Doações: os materiais recebidos como doações são submetidos aos mesmos critérios do material adquirido. Não serão adicionados novos títulos e/ou volumes ao acervo somente porque foram recebidos de forma gratuita. Quanto às doações recebidas, a Biblioteca poderá dispor das mesmas: incorporando-as ao acervo; doando-as e/ou permutando-as com outras Instituições; ou descartando-as. Para a seleção das obras doadas, serão consultados os especialistas no assunto, obedecendo aos critérios abaixo:

Livros: indicação do título em bibliografias e abstracts; condições físicas do material; língua em que está impresso; autoridade do autor, editor e do próprio tradutor, se for o caso, relevância do conteúdo para a comunidade universitária.

Periódicos: no caso da existência do título, serão aceitos periódicos a fim de complementar faltas e/ou coleção; no caso da não existência do título, será aceito somente aquele cujo conteúdo seja adequado aos interesses da comunidade universitária; indexação do título em índices abstracts; citação em bibliografias.

DESBASTAMENTO DE MATERIAL BIBLIOGRÁFICO E ESPECIAL

Havendo necessidade do desbastamento, que é o processo pelo qual se retira do acervo títulos e/ou exemplares, parte de coleções, quer para remanejamento ou para descarte, a bibliotecária juntamente com o corpo docente fará a avaliação para tais medidas.

Em caso de remanejamento: Havendo necessidade de armazenar em depósito o material bibliográfico, com o objetivo de abrir espaço para novos materiais, ficará organizado e à disposição da comunidade acadêmica quando solicitado.

Critérios para se remanejar material bibliográfico:

  1. Coleções de periódicos com valor histórico;
  2. Títulos históricos e não utilizados durante cinco anos;
  3. Coleção de periódicos correntes, anterior aos últimos cinco anos;
  4. Coleções de periódicos de compra encerrada e que tenham a possibilidade de ser reativados.

Em caso de descarte: chamamos de descarte o processo no qual o material bibliográfico, após ser avaliado, é retirado da coleção ativa, para ser doado a outras Instituições ou eliminado do acervo, possibilitando a economia de espaço.

A Biblioteca adotará para descarte de livros os seguintes critérios:

Inadequação: obras cujo conteúdo não interessa à Instituição; as incorporadas ao acervo anteriormente sem uma seleção prévia e/ou escritas em idioma pouco acessível;

Desatualização: Este critério se aplica principalmente a obras cujo conteúdo já foi superado por novas edições. Entretanto, para aplicação deste critério, deve-se levar em consideração, principalmente, a área de conhecimento ao qual se refere a obra;

Condições físicas (sujas, infectadas, deterioradas ou rasgadas): após a análise do conteúdo e relevância da obra, esta deverá ser recuperada se for considerada de valor e não disponível no mercado para substituição; se o custo for inferior ao da recuperação do material, será feita a aquisição e o material descartado.
Para o descarte de periódicos, a Biblioteca adotará os seguintes critérios:

  • Coleções não correntes que não apresentem demanda;
  • Periódicos de divulgação geral e/ou de interesse temporário;
  • Periódicos recebidos em duplicata;
  • Coleção de periódicos de caráter não científico.

Requisição de material
Em caso de extravio ou inutilização de obras, o usuário deve comunicar a Biblioteca imediatamente, para que faça a Reposição de Material, caso contrário, está sujeito à suspensão diária enquanto não comunicar o fato à Biblioteca. O usuário que ficar com débito, será obrigado a repor com obra idêntica. Se a obra estiver esgotada, o usuário deverá repor com outra obra no valor correspondente, indicada e aprovada pela bibliotecária geral que usará os mesmos critérios de seleção e aquisição de obras para aprovar ou reprovar. Mesmo em caso de roubo e apresentação do Boletim de Ocorrência (BO), o aluno deve pagar ou substituir o material, já que estava sob sua responsabilidade.

Avaliação da Coleção

A avaliação sistemática da coleção deve ser entendida como o processo utilizado para se determinar o valor e a adequação da coleção, em função dos objetivos das bibliotecas e do próprio Centro Educacional Anclipeva, possibilitando traçar diretriz quanto à aquisição, à acessibilidade e ao descarte.

A Biblioteca deverá proceder à avaliação do seu acervo uma vez a cada dois anos, sendo empregados métodos quantitativos e qualitativos, cujo resultados serão comparados e analisados, assegurando o alcance dos objetivos da avaliação da coleção. Na avaliação do acervo serão utilizados os seguintes critérios:

Distribuição percentual do acervo por área: faz-se necessária a divisão de recursos entre os cursos , através de estatísticas sendo estabelecidos percentuais de materiais existentes na área de atuação do Centro Educacional Anclivepa . A análise das estatísticas de uso do material permitirá a determinação dos títulos que requerem múltiplas cópias e daqueles cuja duplicação é desnecessária.

Por outro lado, se for comprovada sub-utilização dos recursos bibliográficos em alguma área, a biblioteca deverá investigar as causas do problema, tais como: falta de qualidade do material existente, desatualização, ausência de interesse, inexistência dessa área de estudo no Centro Educacional Anclivepa, desconhecimento da existência da obra etc.

A análise dos resultados demonstrará quais os cursos que deverão ter sua coleção implementada (seja em exemplares, títulos, material em português etc.) e quais áreas de pesquisa desprovidas de material bibliográfico e especial que carecem de providências.

Sugestões dos Usuários: a sugestão do usuário é um parâmetro seguro para se avaliar as coleções e, consequentemente, verifica se a coleção satisfaz aos usuários; determina os tipos e níveis de necessidade; e constata as mudanças de interesse por parte da comunidade universitária.

Periódicos Online

Abaixo estão reunidas as principais revistas eletrônicas de difusão do conhecimento científico do país e do exterior. Esse material serve de suporte para pesquisas de temas amplos ou específicos de trabalhos acadêmicos. Confira:

ACTA SCIENTIAE VETERINARIAE

ACTA SCIENTIARUM. BIOLOGICAL SCIENCES

ACTA SCIENTIARUM. HEALTH SCIENCE

ACTA SCIENTIARUM. HUMAN AND SOCIAL SCIENCES

AGRARIAN

AKRÓPOLIS – REVISTA DE CIÊNCIAS HUMANAS DA UNIPAR 

ALIMENTOS E NUTRIÇÃO ARARAQUARA

AMERICAN JOURNAL OF VETERINARY RESEARCH

ARQUIVO BRASILEIRO DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA

BIBLIOTECA VIRTUAL EN MEDICINA VETERINÁRIA Y ZOOTECNIA

BIOSCIENCE JOURNAL

BOLETIM DO CENTRO DE PESQUISA DE PROCESSAMENTO DE ALIMENTOS

BRAZILIAN JOURNAL OF VETERINARY RESEARCH AND ANIMAL SCIENCE

CIÊNCIA ANIMAL BRASILEIRA

CIRCUMSCRIBERE: INTERNATIONAL JOURNAL FOR THE HISTORY OF SCIENCE

COLLOQUIUM AGRARIAE

ENTOMOBRASILIS

EXTENSÃO RURAL

FACULDADE DE CIÊNCIAS VETERINÁRIAS – UNNE

INFORME GEPEC

JORNAL BRASILEIRO DE CIÊNCIA ANIMAL 

JOURNAL LATINOAMERICANO DE MEDICINA VETERINARIA DE EMERGENCIA Y CUIDADOS INTENSIVOS

JOURNAL OF FELINE MEDICINE AND SURGERY

PESQUISA AGROPECUÁRIA BRASILEIRA                                                               

PESQUISA AGROPECUÁRIA TROPICAL (AGRICULTURAL RESEARCH IN THE TROPICS)

PESQUISA VETERINÁRIA BRASILEIRA                                                                    

RECIIS                  

REVISTA ATTALEA AGRONEGOCIOS       

REVISTA BRASILEIRA DE AGROCIÊNCIA                                                                

REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIA AGRÁRIA

REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIA AVÍCOLA                                                         

REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIA VETERINÁRIA

REVISTA BRASILEIRA DE MEDICINA VETERINÁRIA                                                           

REVISTA BRASILEIRA DE PARASITOLOGIA VETERINÁRIA

REVISTA BRASILEIRA DE REPRODUÇÃO ANIMAL

REVISTA BRASILEIRA DE SAÚDE E PRODUÇÃO ANIMAL  

REVISTA BRASILEIRA DE ZOOCIÊNCIAS                                 

REVISTA BRASILEIRA DE ZOOLOGIA                                                                                      

REVISTA BRASILEIRA DE ZOOTECNIA

REVISTA CÃES & GATOS

REVISTA CÃES E AMIGOS            

REVISTA CES MEDICINA VETERINÁRIA Y ZOOTECNIA

REVISTA CIENTÍFICA DE PRODUÇÃO ANIMAL     

REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA   

REVISTA CLÍNICA VETERINÁRIA

REVISTA DA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

REVISTA DE CIÊNCIA VETERINÁRIA E SAÚDE PÚBLICA

REVISTA DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS BÁSICA E APLICADA

REVISTA DE LA FACULTAD DE MEDICINA VETERINÁRIA Y DE ZOOTECNIA

REVISTA DO INSTITUTO DE MEDICINA TROPICAL DE SÃO PAULO

REVISTA MUNDO ANIMAL

REVISTA PET

REVISTA VETERINÁRIA ARGENTINA

REVISTAS CIENTÍFICAS – MEDICINA VETERINÁRIA – UNIJUÍ

SAÚDE & AMBIENTE EM REVISTA

SCIENTIA AGRICOLA                     

SCIENTIFIC JOURNAL OF ANIMAL SCIENCE

SCIENTIFIC JOURNAL OF VETERINARY ADVANCES

SCIENTIFIC JOURNAL OF ZOOLOGY

SEMINA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS   

VETERINÁRIA E ZOOTECNIA       

VETERINÁRIA EM FOCO

VETERINÁRIA NOTÍCIAS

 

ACTA SCIENTIAE VETERINARIA

ACTA SCIENTIARUM. ANIMAL SCIENCES

AGROPECUÁRIA CIENTÍFICA NO SEMI-ÁRIDO

ANIMAL REPRODUCTION

ARCHIVES OF VETERINARY SCIENCE

ARQUIVO BRASILEIRO DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA

ARQUIVO BRASILEIRO DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA (BRAZILIAN JOURNAL OF VETERINARY AND ANIMAL SCIENCES)

ARQUIVOS DE CIÊNCIAS VETERINÁRIAS E ZOOLOGIA DA UNIPAR

ARS VETERINARIA

BOLETIM DO INSTITUTO DE PESCA

BRAZILIAN JOURNAL OF VETERINARY PATHOLOGY

BRAZILIAN JOURNAL OF VETERINARY RESEARCH AND ANIMAL SCIENCE

CIÊNCIA ANIMAL BRASILEIRA

CIÊNCIA E AGROTECNOLOGIA

CIÊNCIA E AGROTECNOLOGIA – SCELO

CIÊNCIA RURAL

CIÊNCIA VETERINÁRIA NOS TRÓPICOS

JOURNAL OF VENOMOUS ANIMALS AND TOXINS

PESQUISA AGROPECUÁRIA BRASILEIRA

PESQUISA VETERINÁRIA BRASILEIRA

REVISTA BRASILEIRA DE AGROPECIÊNCIA

REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIA AGRÁRIA

REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIA AVÍCOLA = BRAZILIAN JOURNAL OF POULTRY SCIENCE

REVISTA BRASILEIRA DE SAÚDE E PRODUÇÃO ANIMAL

REVISTA BRASILEIRA DE ZOOCIÊNCIAS

REVISTA BRASILEIRA DE ZOOTECNIA

REVISTA BRASILEIRA DE ZOOTECNIA = BRAZILIAN JOURNAL OF ANIMAL SCIENCE

REVISTA CIENTÍFICA DE PRODUÇÃO ANIMAL

REVISTA USP

SCIENTIA AGRÍCOLA

SEMINA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS

VETERINÁRIA E ZOOTECNIA

 

SITES E PORTAIS

 

EMBRAPA ARROZ E FEIJÃO

EMBRAPA CERRADOS

EMBRAPA GADO DE CORTE

EMBRAPA PECUÁRIA SUDESTE

EPAMING: PESQUISA, TECNOLOGIA, SOCIEDADE (EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS)

GOOGLE ACADÊMICO

NUTRITIME: CONSULTORIA ONLINE EM NUTRIÇÃO ANIMAL

PORTAL DE PERIÓDICOS FCA – UNESP

SBEA: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENGENHARIA AGRÍCOLA

SCIELO: SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE

ANAIS DA ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS – ISSN 0001-3765

ARQUIVOS BRASILEIROS DE ENDOCRINOLOGIA & METABOLOGIA

BIOLOGIA

BIOLOGICAL REVIEW

BIOSCIENCE

BMC BIOLOGY

BRAZILIAN ARCHIVES OF BIOLOGY AND TECHNOLOGY – ISSN 1516-8913 

BRAZILIAN JOURNAL OF MEDICAL AND BIOLOGICAL RESEARCH

BRAZILIAN JOURNAL OF MICROBIOLOGY – BJM

C&A – CIÊNCIA & AMBIENTE

CADERNO DE SAÚDE COLETIVA

CADERNOS DAS ESCOLAS DE SAÚDE

CADERNO DE SAÚDE PUBLICA

CAPES

CCNEXT – REVISTA DE EXTENSÃO

CHRONOBIOLOGY INTERNATIONAL

GENETICS AND MOLECULAR BIOLOGY – PUBLICAÇÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE GENÉTICA

JORNAL BRASILEIRO DE PATOLOGIA E MEDICINA LABORATORIAL

JORNAL BRASILEIRO DE PNEUMOLOGIA

PHILOSOPHICAL TRANSACTIONS OF THE ROYAL SOCIETY B-BIOLOGICAL SCIENCES

PHYSIS: REVISTA DE SAÚDE COLETIVA

PLOS BIOLOGY

QUARTERLY REVIEW OF BIOLOGY

RADIOLOGIA BRASILEIRA

REVISTA ACTA BIOMEDICA BRASILIENSIA

REVISTA AMBIÊNCIA

REVISTA BIOMÉDICA DEL INSTITUTO NACIONAL DE SALUD

REVISTA BRASILEIRA DE ANÁLISES CLÍNICAS

REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS

REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL – REVBEA

REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MÉDICA

REVISTA BRASILEIRA DE EPIDEMIOLOGIA

REVISTA BRASILEIRA DE FARMÁCIA

REVISTA BRASILEIRA DE GENÉTICA 

REVISTA BRASILEIRA DE HEMATOLOGIA E HEMOTERAPIA (BRAZILIAN JOURNAL OF HEMATOLOGY AND HEMOTHERAPY)

REVISTA CUBANA DE INVESTIGACIONES BIOMÉDICAS

REVISTA CUBANA DE MEDICINA TROPICAL

REVISTA DA BIOLOGIA DA USP

REVISTA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL (JOURNAL OF THE BRAZILIAN SOCIETY OF TROPICAL MEDICINE) 

REVISTA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

REVISTA DE CIÊNCIA E SAÚDE COLETIVA

REVISTA DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE

REVISTA DE ENSINO DE BIOQUÍMICA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR (SBBQ)

REVISTA DE ESTUDOS AMBIENTAIS

REVISTA DE MICROBIOLOGIA

REVISTA DE SAÚDE E BIOLOGIA

REVISTA DO BIOMÉDICO

REVISTA ELETRÓNICA DE BIOMEDICINA

REVISTA IBERO-LATINOAMERICANA DE PARASITOLOGIA

REVISTA INTERDISCIPLINAR DE ESTUDOS EM SAÚDE

REVISTA MEDIGRAPHIC

REVISTA NATURE MEDICINE

REVISTA RADIOLOGIA BRASILEIRA (ÓRGÃO CIENTÍFICO DO COLÉGIO BRASILEIRO DE RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM)

REVISTA SOCIEDADE & NATUREZA

REVISTA CIÊNCIAS AMBIENTAIS

REVISTA DE SAÚDE E BIOLOGIA – SABIOS

THE BRAZILIAN JOURNAL OF INFECTIOUS DISEASES

THE FASEB JOURNAL

Documentos para Download

Abrir WhatsApp
Precisa de Ajuda?
Faculdade Anclivepa
Olá!
Podemos te ajudar?
Sinta-se à vontade para falar conosco.